Conteúdo para RH 1 de outubro de 2020 Imagem de seta

Inbound Recruiting: conheça a prática que amplia assertividade dos RHs na contratação

Inbound Recruiting  conheca a pratica que amplia assertividade dos RHs na contratacao

O Inbound Recruiting vem para aumentar a assertividade nos processos seletivos, já que a contratação errada custa caro para as empresas em vários aspectos. Confira agora como essa metodologia vai te ajudar a não cometer esse erro!

O que é Inbound Recruiting?

É uma estratégia de marketing de atração voltada para o público alvo de forma educativa, assim como o Inbound Marketing faz para produtos e serviços.

O que e inbound recruiting

No caso do Inbound Recruiting a empresa produz conteúdo – blogs, ebooks, infográficos – sobre o trabalho que ela faz, seus valores e sua cultura organizacional. 

Dessa forma, quando o candidato optar em fazer parte dessa instituição, ele vai de fato se candidatar a uma empresa que tenha o seu perfil, pois já conhece em partes, sua rotina. 

Inbound Recruiting na prática!

É preciso que seja feito um trabalho além do recrutamento e a seleção, pois a atração dos novos colaboradores também depende de outros fatores, como por exemplo, o depoimento de quem já trabalha na empresa.

#1 Crie um persona

Para atrair um candidato que se encaixe com a empresa, primeiro é preciso criar um perfil para ele.

Como é o seu candidato ideal? Quais as características ele deve ter? Quais os seus sonhos e objetivos? Quais as suas competências técnicas? Qual o seu perfil comportamental? Quanto mais informações, melhor!

Também é importante que seja criado um perfil para cada tipo de cargo. 

#2 Como sua empresa está se posicionando no mercado?

O employer branding é fundamental para a atração dos futuros candidatos para a sua empresa e no processo de Inbound Recruiting, de forma pouco aprofundada, essa estratégia engloba como o público externo vê a sua marca e como você se posiciona no mercado.

Fique bem atento em ser transparente com o seu público ou os futuros candidatos ao enxergarem divergência na imagem que você vende e no que realmente é, se tornarão colaboradores frustrados, infelizes, pouco produtivos e consequentemente aumentará o turn over.

Quer se tornar uma marca empregadora? Baixe agora o nosso e-book sobre Employer Branding e leve sua empresa para outro nível!

CTA EMPLOYEE EXPERIENCE Blog v2

#3 A experiência do seu colaborador 

Pois é, no Inbound Recruiting a experiência do seu colaborador – employee experience – pode atrair os candidatos certos para sua empresa.

Por muito tempo foi pensando em não entregar apenas um produto ou serviço ao consumidor, mas uma experiência para o cliente.

O RH trabalhou esse conceito para o colaborador, afinal, ele já não pensava mais apenas nos benefícios (salários, vale alimentação, transporte, etc) e para retê-lo foi preciso ir além e pensar fora da caixinha.

Quem não quer trabalhar em uma empresa que tem o selo do Great Places to Work? Essa é uma das estratégias do Inbound Recruiting já que o selo demonstra ao colaborador que aquela empresa pensa em trazer uma boa experiência ao colaborador.

É nesse ponto também que os seus colaboradores são muito importantes, são eles quem podem dizer para quem está de fora como se sentem em relação a empresa e o que eles podem esperar. Os depoimentos são fundamentais!

Você pensa na experiência do seu colaborador? 3 motivos para implementar na sua empresa!

#4 Comunicação

Ao contrário do marketing tradicional, onde existia uma comunicação de mão única, o “novo marketing” traz uma comunicação interativa em diferentes canais.

No Inbound Recruiting com a criação de conteúdos relevantes na área de atuação da empresa, você atrai esses candidatos e oferece conteúdo de valor.

Se a comunicação for bem feita, o candidato vai se sentir parte da empresa mesmo antes de trabalhar nela – a intenção é atrair naturalmente os novos talentos.

Além disso, a empresa também dá voz ao seu colaborador que pode mostrar um pouco da sua trajetória na empresa através de matérias digitais, vídeos e até mesmo no processo de seleção.

Quais as etapas do Inbound Recruiting?

1 – Atração: com conteúdos relevantes;

2 – Conversão: após atraídos pelo conteúdo, peça mais informações em troca de mais materiais;

3 – Comunicação: estreitar as relações com mais conteúdo mais específico e troca de informações;

4 – Contratação: agora são novos colaboradores e processo de integração aumenta – invista no onboarding para que a sensação de já fazer parte da empresa se intensifique;

5 – Relacionamento após a contratação: o colaborador para ser retido tem que sentir que a comunicação continua aberta e que a empresa quer investir nele (treinamentos, benefícios, ações de integração) para que continue engajado e produtivo.

Com tudo isso, naturalmente o seu colaborador vira o embaixador da sua marca, ele mesmo irá fazer a propaganda do seu negócio.

Quanto mais o candidato se sentir alinhado com o perfil da empresa, menor a chance de a contratação ser errada e o processo refeito. Nisso tudo, a empresa ganha com colaboradores mais satisfeitos e mais produtivos.

Veja também: 6 temas que os RHs devem olhar para impactar a vida dos colaboradores!


Voltar