21 de outubro de 2020 Imagem de seta

Como negociar o aluguel: 4 dicas para ter mais fôlego nas contas

foto de uma parte lateral direita superior de uma casa de dois andares

Negociar o aluguel foi a saída que muitos encontraram durante a pandemia, mas nem todo mundo conseguiu um acordo de maneira fácil. Está passando por essa situação? Confira as dicas!

Segunda pesquisa feita pelo IBGE em 2018, das 71 milhões de moradias no Brasil – 13 milhões são de imóveis alugados. E ainda segundo o IBGE, até maio deste ano 7,8 milhões de pessoas ficaram desempregadas.

Como negociar o aluguel

A crise veio para maior parte da população, então negociar as dívidas é uma forma de sobreviver. Fique atento às dicas:

#1 Converse direto com o proprietário

Tente o contato direto com o dono do imóvel, pois pode ser mais fácil dele compreender a sua situação para negociar o aluguel.

Mas acima de tudo, vá negociar antes da data do vencimento do aluguel, não fique fugindo se já sabe que não terá condições de honrar com o seu compromisso.

Ficou desempregado? 5 dicas para você cuidar melhor do seu dinheiro nesse momento difícil!

#2 Planeje

Antes de ir negociar, sente e veja a sua situação: perdeu o emprego e está recebendo seguro-desemprego? Teve o salário reduzido? Perdeu o trabalho, mas sem seguro?

Você consegue pagar alguma parte do aluguel no mês da negociação? Tente dar uma parte do valor e pedir um prazo de alguns meses para voltar a pagar o aluguel ou diminuir por alguns meses e depois pagar o valor parcelado nos próximos aluguel.

Anote tudo que entra e sai do seu bolso, tenha controle do seu dinheiro e corte o que não for essencial. Pagar o aluguel deve estar nas suas prioridades.

Mesmo com uma negociação, você precisará pagar mais cedo ou mais tarde, então cuidado para não virar uma bola de neve.

planilha de gastos

#3 Seja sincero

A verdade é sempre a melhor opção, seja sincero e leve a maior quantidade de comprovantes da sua história.

Quanto mais transparente, melhor será na hora de negociar o aluguel. Ir com muitas histórias, sem mostrar nenhum comprovativo da verdade, pode fazer com que  você perca a credibilidade.

#4 Registre o acordo

De boa fé ou não, deixe registrado tudo que for acordado e que seja assinado por ambas as partes quando for negociar o aluguel. Prevenir é sempre o melhor remédio!

A Lei 14.010/20  proíbe o despejo de inquilinos até 30 de outubro de 2020, mas isso não é motivo para ficar inadimplente. Negocie se for preciso e economize.

Além do aluguel, outras contas também acabaram ficando pendentes da vida de muitos brasileiros. Também é hora de negociar, muitas instituições financeiras diminuíram os juros e fizeram novos acordos, veja o que é possível negociar.

Veja também super dicas de como economizar no supermercado!

Dívidas acumuladas: veja como fugir dessa bola de neve!


Voltar